O QUE É BRAINSTORMING E COMO ELE PODE SER USADO NA SUA EMPRESA

Como a criatividade nem sempre anda lado a lado com a alta produtividade das empresas, é preciso estimular a geração de ideias a fim de que os funcionários contribuam com mais frequência para a criação de soluções alternativas na resolução de problemas. Antes de falarmos de Brainstorming reflita:


Criatividade: uma questão de cultura organizacional.

Muitos acreditam que a criatividade é uma característica privativa de setores como a comunicação social, a publicidade e o marketing. No entanto, é preciso ter em mente que essa é uma qualidade que pode influenciar na empresa de forma sistêmica.

OS 5 ELEMENTOS DA CRIATIVIDADE

1. CAPACIDADE DE ASSOCIAÇÃO

É considerada como a característica mais importante dos inovadores. As associações ocorrem quando o nosso cérebro tenta processar informações em sequência, dando-lhes lógica e coerência. Diante disso, é possível descobrir conexões entre questões que parecem isoladas.


Pensadores inovadores relacionam ideias nas quais os demais indivíduos não enxergam relação. As outras habilidades das pessoas que inovam é que elas são capazes de acionar o pensamento associativo, visto que isso incrementa o seu repertório, de onde podem surgir novas ideias.


2. QUESTIONAMENTO

Geralmente, os inovadores não deixam nenhuma dúvida passar em branco. Eles têm o hábito de questionar tudo, de modo a desafiar o status quo e não aceitar fórmulas fáceis.


É bastante comum que esses indivíduos usem a frase ‘’O que aconteceria se mudássemos isso?”. Esse tipo de questionamento ajuda a entender como as coisas são, por que são dessa maneira e como podem ser alteradas. As suas perguntas trazem ideias que colocam a sociedade rumo a inovação.


3. OBSERVAÇÃO

O inovador está sempre observando as coisas e tendo insights. Tem um perfil observador, detalhista e todo mundo é alvo desse processo, como produtos, consumidores, tecnologias, estruturas e serviços.

Tais observações são o combustível para explorar ideias e novos parâmetros para executar as coisas. Steve Jobs, fundador da Apple, desenvolveu o sistema operacional para Macintosh, após visitar e observar o centro de inovação da Xerox.


4. NETWORKING

No seu dia a dia, os inovadores usam o seu tempo e energia para testar ideias a partir de uma ampla rede de contatos, que apresentam diferentes bagagens culturais e perspectivas.


Todavia, não se trata do networking convencional. Isso porque eles conversam, preferencialmente, com aqueles que não concordam com as suas ideias.

Mais do que fazer contato social, eles almejam obter ideias frescas, dão preferência para pensamentos ousados, mentes não convencionais e conceitos que estão fora de sintonia com os padrões estabelecidos atualmente.


5. EXPERIMENTAÇÃO

A última habilidade consiste na experimentação, já que os inovadores experimentam as suas ideais constantemente, explorando o mundo de forma sensorial e intelectual. Não têm convicções sobre nada e sempre pensam em novas hipóteses.

Experimentar também inclui visitar novos lugares, pesquisar por coisas novas e aprender algo diferente todos os dias. Mergulhar nessas experiências proporciona mais e mais ideias.

Em conjunto, essas 5 habilidades ajudam a compor o DNA do inovador, o roteiro para criar ideias de negócio que se destaquem no mercado.


ENTENDENDO O BRAINSTORMING

A técnica de brainstorming, que foi criada em 1942, vem sendo remodelada ao longo dos anos para servir aos propósitos das empresas.


Visando estimular a geração de ideias, provocar transformações, buscar soluções inovadoras e promover melhorias a partir de um debate saudável, o brainstorming explora a criatividade dos participantes sempre de maneira lúdica e bem estruturada.


O PROCESSO

Primeiramente, um problema é apresentado ao grupo, que deverá encontrar soluções de forma conjunta, debatendo prós e contras de cada ideia, até que se chegue a um resultado final. O consenso provavelmente será a melhor maneira de resolver a questão.


A técnica de brainstorming normalmente leva em consideração grupos pequenos — com no máximo dez participantes e um mediador, para manter o modelo de brainstorming durante toda a sessão e evitar possíveis dispersões da equipe. Além disso, esse mediador pode oferecer fontes de inspiração — como leituras, filmes, cases e estudos de mercado, que podem ser vistos antes da sessão ou em conjunto — para ativar o fluxo de ideias.


CANVAS

Baseado no Business Model Canvas, essa tática mostra toda uma nova perspectiva de como fazer brainstorming, separando as ideias sobre um diagrama em que são elencados os problemas, os resultados esperados e os objetivos. O modo de visualização já deixa tudo mais simples, sendo mais fácil fazer conexões e estabelecer sentido entre as ideias.


Toda empresa que quer se diferenciar no mercado busca oferecer produtos ou serviços de forma inovadora. O grande problema é o que fazer para “pensar fora da caixa” e chegar até uma ideia realmente original e criativa. E é aí que o brainstorming pode ser muito útil. a empresa.


QUER MELHORAR AINDA MAIS A INOVAÇÃO NA SUA EMPRESA?

O brainstorming é uma ótima ferramenta para o estímulo da criatividade e geração de ideias. Por meio deste método fica mais fácil encontrar soluções inovadoras para problemas e outros desafios. Se você teve boas ideias, mas quer ajuda para colocá-las em prática, conheça o nosso modelo visual de brainstorming, fale conosco e conheça nossas soluções que ajudarão na gestão do seu negócio.


Baixe Grátis um modelo de Canvas do Brainstorming adaptado pela Aliar e comece a gerar ideias inovadoras para o seu negócio!

21 visualizações0 comentário